Oficina de animação em Stop Motion chega aos Terreiros de Salvador

Author

Discussion Nenhum Comentário

Tags ,

O Arte em Toda Parte propõem a democratização e a descentralização das produções artísticas na cidade

DESTAQUE02 NUCLEO BAIANO DE STOP MOTION NUBASRepresentatividade, memória, identidade, cultura e religiosidade afro-brasileira são alguns dos aspectos tratados através das oficinas que farão itinerância por 04 (quatro) Terreiros de Salvador. Esses temas serão abordados pelas diretoras premiadas Jamile Coelho e Cintia Maria, através da sutileza de uma das técnicas de animação mais fascinantes: o stop motion. Esta técnica ganhou destaque nos últimos anos graças ao sucesso de Tim Burton e filmes como Noiva Cadáver, Coraline e ParaNorman.

 

“Faremos uso de uma metodologia composta por um conjunto de ações que estimulam a formação, a experimentação, a produção da animação, tendo como base as narrativas orais fundamentais para os processos de fortalecimento identitário, difusão da cultura e religiosidade afro-brasileira”, explica a oficineira Jamile Coelho.

As oficinas proporcionarão as crianças e aos adolescentes uma visão geral sobre o cinema de animação, através de aulas teóricas e práticas, além da exibição de filmes que valorizem as tradições africanas e afro-brasileiras, como Kiriku e a Feiticeira e “Òrun Àiyé: a Criação do Mundo”. Os participantes trabalharão em grupos para planejar, gravar e editar os curtas. Todos os equipamentos e materiais de arte serão fornecidos. Esta é uma ação do Núcleo Baiano de Animação em Stop Motion através do edital Arte em Toda Parte III edição.

As oficinas serão divididas em duas turmas, uma no sábado para crianças de 8 à 12 anos e outra no domingo para jovens a partir dos 13 anos.

 

Programação – A primeira oficina acontece neste final de semana (09 e 10/07), no Terreiro Bogum (Federação). A segunda acontecerá no primeiro sábado e domingo de agosto (06 e 07/08), no Terreiro Manso (Estrada Velha do Aeroporto). Depois será a vez do Terreiro Junsun (Alto do Cabrito), nos dias 13 e 14 de agosto. Encerando o ciclo de oficinas o Ilê Axé Opô Afunjá (São Gonçalo do Retiro) nos dias 27 e 28 de agosto.

 

“Após a finalização do ciclo de oficinas em todos os Terreiros participantes do projeto realizaremos uma mostra itinerante dos filmes produzidos nos Terreiros (entre setembro e outubro), para que esses jovens se vejam estimulados a produzir seus filmes, a contar as suas histórias e a das casas de axé que fazem parte”, completa a cineasta e oficineira do projeto Cintia Maria.

PROGRAMAÇÃO
09 e 10 de julho – Terreiro Bogum (Federação)
06 e 07 de agosto – Terreiro Manso (Estrada Velha do Aeroporto)
13 e 14 de agosto – Terreiro Junsun (Alto do Cabrito)
27 e 28 de agosto – Ilê Axé Opô Afunjá (São Gonçalo do Retiro)

SERVIÇO
O quê: Òrun Àiyé: Oficina de Stop Motion

Quando: 09 e 10 julho, 06 e 07 de agosto, 13 e 14 de agosto, 27 e 28 de agosto

Onde: Terreiro Bogum (Federação), Terreiro Manso (Estrada Velha do Aeroporto), Terreiro Junsun (Alto do Cabrito), Ilê Axé Opô Afunjá (São Gonçalo do Retiro)

Quanto: Gratuito

— Posted on 8 de julho de 2016 at 11:33

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *