NUBAS
Latest trends Sem categoria

Museu Afro usa realidade aumentada para expandir experiência do público

Latest trends Sem categoria

Museu Afro usa realidade aumentada para expandir experiência do público

O app Muncab é gratuito e une tradição e tecnologia através da realidade aumentada (AR) 

O aplicativo permitirá, por meio da câmera de smartphones ou tablets, que visitantes visualizem as obras de Mestre Didi, Aguinaldo Silva e Antônio Miranda de forma  tridimensionais, bem como, a acessibilidade para deficientes visuais. O app se baseia no uso da realidade aumentada, tecnologia que fornece uma experiência interativa com o mundo real por meio da ajuda de imagens geradas por computadores e adiciona camadas de informação para o público. O lançamento do app será nesta terça-feira (17), às 16h, com a participação da cantora nigeriana Okwei Odili, no Museu Nacional da Cultura Afro-brasileira (Muncab).

“O Muncab inova com a realidade aumentada e torna o museu mais acessível com recursos de audiodescrição para deficientes visuais e proporciona uma maior interação do público com as obras. Pensamos no aplicativo como um Sankofa, aprendemos com passado para construir o presente e o futuro. Dessa forma homenageamos artistas fundamentais para a cultura afro-brasileira como Mestre Didi e Agnaldo dos Santos.”, afirma o diretor do museu José Carlos Capinan.

A realidade aumentada faz o usuário da tecnologia ver determinada imagem de diversos ângulos através da tela e ter informações adicionais. A imagem de uma escultura, por exemplo, pode ser vista em 360 graus se o usuário der uma volta sobre si mesmo com o smartphone ou tablet. Desenvolvido pela Estandarte Produções essa é a versão piloto do app e ainda está em fase de testes. O app é gratuito e está disponível para iOS e Android.

“Na Estandarte estamos sempre trabalhando em inovação de linguagem e de tecnologia. Fazemos parte do movimento afrofuturista e temos lançado vários produtos como esses. Essa é versão beta do app, queremos expandir ainda mais a experiência do público com a reconstrução de obras e cenários inteiros em 3D”, explica Jamile Coelho.

O app é o resultado do Quilombo Tech, um projeto idealizado por Cintia Maria e Jamile Coelho, realizado pelo Museu Nacional da Cultura Afro-brasileira e Sociedade Amigos das Cultura Afro-brasileira, desenvolvido pela Estandarte Produções com consultoria da Acessu – Acessibilidade Universal, através do edital da Década do Afrodescente 2019 da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi).

 

Serviço

O quê: Lançamento do app Muncab
Quando: 17 de dezembro, às 16h
Onde: Museu Nacional da Cultura Afro-brasileira, na Rua das Vassouras, s/n, Centro
Quanto: Gratuito

Maiores informações: Assessoria de Imprensa – Cintia Maria  (71) 99276-8484 e/ou Jamile Coelho (71) 99291-8058

Write A Comment